Jaqueta bomber + transparência + top de renda = ♥

Sabe quando você monta um look que no final bate um orgulhinho de tão sua cara que ele ficou?!! rsrs.. Foi assim com esse look. Trouxe nele várias tendências de moda, que ganharam o meu coração e achei que juntas formaram uma produção estilosa e confortável.

Essa jaqueta bomber dourada foi um amorzinho à primeira vista, mas na prática percebi que ela pesava em alguns looks que eu vestida. Queria fazer uma produção com ela que não fosse óbvia e nem com um ar de ‘Wow! Que pessoa arrumada’. Apesar dela ser uma bomber, que é uma modelagem mais esportiva, a cor traz um ar noite bem forte pra ela. Queria transformar o douradão em algo mais cool, mais esporte. Para trazer essa informalidade, trouxe a tendência (que já falamos aqui) dos tops e sutiãs que são feitos para aparecer, como é o caso desse de renda mais larguinho, usado com uma camisa transparente. Falei no post das principais tendências desse SPFW, que a transparência segue com tudo e eu sou dessas que a usa tanto para praia, como looks mais esportivos e até pra noite. Essa é uma peça bem versátil, que acho válida ter no armário pra fazer composições fora da caixinha.

Queria aproveitar a transparência da camisa para trazer um ar mais interessante não apenas na parte de cima com o top de renda, mas também na inferior porque ela iria sobrepor outra peça. A escolha foi um short cintura alta, bem antigo no meu armário, que tem uma estampa meio boho. Como a estampa não é colorida, ela não brigou com o verde musgo do camisão, que na verdade acabou dando um toque bem especial pra ela. Seguindo a linha conforto, usei esse tênis mara, que contei no stories que comprei por R$39,00 na promoção da Zara (ele era uns R$200,00). Amo a combinação de tons e materiais dele!! E como o look já tinha uma quantidade bacana de informação, fui de uma chocker pretinha com detalhes dourados e um anel duplo dourado.

Curtiram esse look?

Beijão

Clarinha

Tendências Outono / Inverno 2017 – SPFW N43

Olhei foto por foto de cada desfile que rolou nesse SPFW para detectar todas as tendências pra esse outono-inverno 2017. Já tinha conseguido perceber várias pelos desfiles que fui e pela minha observação do que foi desfilado nas semanas de moda internacionais, mas me surpreendi com algumas coisas. Acabou que esse manual já serviu muito pra mim também 😉 Então vamos logo ao assunto!

A bendita BOTA BRANCA, que já foi taxada de bota “paquita”, “Joelma” foi requisitadíssima na passarela (tá, meu bem!? rsrs…) e quem ainda não engoliu, vai ter que engolir porque ela realmente agregou e muito nas produções.

Os BABADOS estão com tudo e apareceram em saias, blusas, mangas de camisas, calças, trazendo balanço e leveza até para as peças com o mood mais esportivo como é o caso dos moletons.

E por falar nos MOLETONS, eles foram as apostas de diversas marcas, que brincaram com cores e detalhes para deixar essa antiga peça com uma cara bem atual.

O VELUDO veio mais deuso do que nunca!! O tecido traz um ar especial pro look e foi usado com muito bom gosto pelas marcas, que mostraram que ele é a cara do inverno e continua com força.

As POCHETES de diferentes estilos também caíram nas graças dos estilistas e entraram em looks esportivos e também nos mais ‘mulherzinha’.

A verdade é que o mood esportivo, mais despojado e o OVERSIZED (a modelagem mais ampla) estão dominando geral e a cada dia vejo como as mulheres estão abrindo a cabeça para essas tendências.

Uma das coisas que mais ví nas passarelas foram as MEIAS APARENTES. Você que só usa meia soquete, deixa eu te contar que uma maia alta traz uma informação de moda mara pra produção!!

Pensou que a meia aparente ia rolar só com bota ou tênis? As SANDÁLIAS COM MEIAS foi outra aposta certeira de várias marcas.

Fiquei boba com o tanto que a TRANSPARÊNCIA apareceu, gente. Ela esteve em praticamente todos os desfiles como protagonista da roupa ou em um detalhe que faz toda a diferença. 

O querido BONÉ, que foi tema recentemente de post aqui no blog, também teve super o seu lugar ao sol. A PatBo inclusive trouxe ele em materiais que foram muito usados como o moletom e veludo e ficou uma coisa de lindo!

A JAQUETA BOMBER, que já se firmou no coração de geral, apareceu linda e em diferentes materiais e cores. Assim só aumenta a vontade de ter várias né?!!

Uma surpresa pra mim foi a permanência das ESTRELAS. Elas estavam com tudo e achei que iam dar uma caidinha, mas não. Elas foram protagonistas de várias produções.

Falando de estampas atemporais agora, o XADREZ, as LISTRAS e o MILITAR também foram bem requisitados por alguns estilistas. Percebam como o xadrez e as listras ganharam leituras bem diferentes de um estilistas para o outro.

O decote OMBRO A OMBRO se firmou mais uma vez. Ele e o RECORTE NOS OMBROS foram usados ainda por muitos estilistas para deixar a roupa mais feminina.

Gente, essas foram as principais tendências que eu detectei, mas acreditem que tive que dar uma enxugada nessa lista rsrs.. Espero ter feito uma listinha útil pra vocês!

Beijão

Clarinha

Meus 5 desfiles preferidos do SPFW N43 – Outono / Inverno

Quem me acompanha no instagram (@mariaclaralauton) viu o quanto a semana passada foi agitada e especial pra mim. Foi o meu primeiro São Paulo Fashion Week e tive a oportunidade de ver vários desfiles incríveis. Compartilhei um pouquinho de cada um lá no stories e agora vou falar aqui dos meus 5 desfiles preferidos (foi cruel escolher!). Depois vou fazer um post também falando da minha experiência pessoal e quero saber quais são as curiosidades de vocês sobre o evento. Fiquem a vontade para perguntar 😉

Pra quem não sabe, o SPFW N43 iniciou um calendário novo para aproximar a passarela do calendário do varejo. A edição de inverno então aconteceu agora em março e a de verão será em agosto. O fenômeno ‘see now, buy now’ propõe que a venda das coleções se inicie logo após o desfile, deixando de lado aquela famosa espera de meses para ter uma peça que foi desfilada. Ele ganhou força diante da rapidez na nossa sociedade atual, que tem um desejo imediato de consumo. Inclusive muito se fala no meio da moda, que por conta disso, as marcas vêm aderindo a uma coleção mais comercial, apostando no que o cliente irá de fato comprar e usar. Nessa temporada do SPFW algumas marcas disponibilizaram suas coleções logo após o desfile.

Conhecida pelos bordados luxuosos e roupas bem femininas, Patrícia Bonaldi se reinventou e trouxe um street style incrível pra passarela sem perder a sua identidade. Teve bonés, moletons, tênis, parkas, mas tudo dentro do universo PatBo. A estilista disse que foi contaminada pela rua e suas manifestações musicais, artísticas, esportivas após passar um tempo em Los Angeles. No desfile teve também muito veludo, cores, transparência e o shape foi mais amplo. Rolou até um All Star bordado! A blogueira Helena lBordon assinou (e desfilou) uma linda coleção-cápsula de moletons. Na primeira fila do desfile várias famosas e blogueiras, que sempre usam peças da estilista, como Sabrina Sato, Lala Rudge, Thássia Naves, Kéfera e Mari Weichert. Usaria absolutamente tudo que foi desfilado!! Pode mandar pra cá, Pati!! rsrs…

Juliana Jabour trouxe o motocross como referência para o desfile. Ela misturou babados, modelagens esvoaçantes, transparência, babados com o universo motoqueiro. Muitas listras, preto, branco, estrelas, grafismo, fogo nos detalhes, números grandes e cores como o laranja, azul e vermelho. A moda de rua dominou mesmo a passarela e Juliana trouxe muita referência esportiva. A modelagem oversized casou perfeitamente com as roupas típicas de motoqueiros, mas não faltaram também a presença de saias e babados femininos e cheios de atitude. Fiquei encantada!!

 

LAB 2016

A LAB desfilou ano passado pela primeira vez no SPFW e chegou quebrando diversos paradigmas. Trouxe um casting 70% negro, com modelos plus sizes e com toda a diversidade que a marca preza, trazendo representatividade pro SPFW. Não saberia descrever a emoção de ver o desfile pessoalmente esse ano. Foi realmente surreal! Incrível ver a moda aliada a um propósito tão forte.

Nesse ano além dessa diversidade, a marca fez uma homenagem ao samba e trouxe o tema ‘herança’. Para Emicida e Fióti o samba é a herança da infância deles na periferia e a mãe dos artistas (Jacira) foi a responsável por bordar várias peças do desfile a mão. A direção criativa foi de João Pimenta, que trouxe a moda street já conhecida da marca misturada com referências vintages. Ele pensou em um menino skatista, que usa LAB e herdou do avô sambista peças do seu guarda-roupa. O desfile começou com muito preto simbolizando um luto pelo país. Depois alguns pontos de cores começam a surgir e muita presença do branco para representar a alegria do samba e dos bordados de Jacira. Como de costume, a marca traz o estilo street, modelagens mais amplas, muitos moletons, tênis em todos os looks e a presença de meias altas.


Lolitta escolheu o tema Commedia dell’ arte italiana para o desfile. Nessa forma de teatro popular, os atores usam figurinos coloridos e padronagens geométricas. A marca ficou conhecida pelos shapes mais justos e aquele estilo ‘bandage’, mas trouxe para passarela uma modelagem mais ampla, que foi vista em praticamente todos os desfiles do SPFW. Mesmo assim a estilista manteve a sua identidade, trouxe elegância, usou do lurex para trazer brilho, o decote ombro a ombro bem feminino, mangas com volumes, presença de estampas geométricas, xadrez, meia alta e cores sóbrias típicas de inverno. Os sapatos deram um show também e teve a presença de muitos mules. Queria uma peça de cada para o meu guarda-roupa rsrs.. 

A Memo fez na temporada de moda passada uma parceria com a Lolitta, que deu muito certo. Por isso Patrícia Birman, dona da Memo, convidou a estilista Lilly Sarti para mais essa coleção colaborativa. A moda esportiva está muito em alta com os seus shapes e materiais confortáveis, então agregar o conhecimento da marca nisso com os toques de outro universo trazidos por essas estilistas, faz com que a parceria seja perfeita. Com isso, muitas mulheres usam as roupas da academia para diversas outras atividades porque a informação de moda está cada vez mais presente nos looks. No desfile teve muito moletons, que ganharam o charme dos babados, ombros com recortes, modelagem oversized, leggins com uma espécie de cinta liga e as cores predominantes foram o preto, branco, cinza, azul marinho e vermelho. 

Para finalizar, o Apartamento 03 trouxe um veludo molhado com bordados que deixou todo mundo de boca aberta!! O estilista Luiz Claudio Silva se inspirou no livro “O Visconde Partido ao Meio”, de Italo Calvino, que fala de maldade e bondade. Na passarela Luiz ousou com uma bolsa-pochete embutida em algumas peças. Teve muita transparência, mistura de materiais pesados com leves, nobres com tecidos baratos. Borboletas, cigarras e cogumelos apareceram em algumas produções trazendo o universo de fábula do livro.

Fotos: Site FFW

Pensei em fazer um post destacando algumas tendências presentes na maioria dos desfiles para ficar como um guia bem fácil pro inverno 2017. O que acham? Quero saber a opinião de vocês também sobre os desfiles!!

Beijão

Clarinha

Batons preferidos do momento

Êta assunto que amo!! Falar de batom é um vício para a maioria das mulheres, esse foi um assunto que rendeu da última vez que falei aqui e voltei pra atualizar a minha lista de batons. Escolhi os 5 que venho mais usando ultimamente, naquele velho esquema de variar os preços 😉 

Fotografei os batons com a luz natural. Lembrando que a cor do batom varia muito de boca pra boca. Acontece muito comigo de ver um batom na pessoa, ficar pensando ‘que maravilhosooo! Esse é o batom perfeito pra mim’ e aí descubro que na verdade já tenho ele rsrs… E vive acontecendo o contrário também, então analisem a cor do batom na bala, na embalagem e como ficou na minha boca porque aí vocês terão uma média de qual é a cor dele.

O primeiro da minha lista é o Velvet Teddy da MAC, que é um dos meus nudes preferidos e um dos batons que mais esgota na MAC. Na minha boca ele fica bem natural e nem parece que estou de batom. Na embalagem ele é um marrom médio, bem mais escuro do que fica na minha boca. Acho uma cor coringa e excelente para o dia. Na embalagem ele vem classificado como um batom matte, mas diante dos mattes que eu conheço, não considero ele um super matte não. Ele é bem fácil de passar, desliza na boca como se fosse um batom cremoso. O valor dos batons da MAC são R$74,00.

O Nude Vitoria é da Eudora e é um nude com um fundo cinza. Ele se diz matte e é realmente bastante. O custo benefício dos batons da Eudora são excelentes! Esse custa R$20,00 e pra quem gosta de um nude diferente dos mais tradicionais, esse tem exatamente essa proposta.

O único batom escuro que trouxe foi esse vinho da Latika. Foi a minha primeira experiência com a marca, que me ganhou pela fofura da embalagem e preço amigo. Esse é o número 41, ele é um vinho metalizado matte. Não acho ele tão fácil de passar. Me dá a sensação que a cor não está ficando uniforme quando estou passando ele, mas depois tudo se resolve rsrs… Ele custou R$19,90 e achei que valeu super. Não tinha nenhum batom desse tom e ele dá um super up pra produção.

O Nude Autoral da Eudora é um nude com fundo rosado e venho amando o resultado dele. Nunca achei um rosa claro que eu gostasse em mim. Achava que os rosas claros ficavam meio enjoativos no meu rosto rsrs.. Esse por ser um nude rosado, ficou na medida pro que gosto de usar pra qualquer lugar e ele ganhou um lugar garantido na bolsa. Ele também custou R$20,00.

Para finalizar trouxe o Taupe, que é outro da linha dos marrons da MAC para se apaixonar e usar pra sempre. Ele é mais escuro que o Velvet e é um coringão também. É o tipo de marrom que fica incrível tanto pro dia como pra noite. Assim como o outro da MAC, ele também fica mais claro na minha boca do que parece na embalagem e quando passo na mão. R$74,00.

Me contem dos batons preferidos de vocês!  Quero dicas de novos e saber se vocês também amam algum desses.

Super beijo

Clarinha

Looks com boné

O mood esportivo está com tudo e o boné caiu de uma vez nas graças do mundo da moda. Tanto os lisos, como os estampados e principalmente os que vem com uma referência ao esporte, como é o caso dos times americanos que fazem bonés com a logomarca.

O mais bacana é que esse acessório casa muito bem com outras referências esportivas como o tênis, a calça boyfriend e as camisas largas, mas ficam incríveis dentro de outros universos também. Tente brincar trazendo o boné dentro de uma produção mais girlie com um salto, uma calça jeans mais justa, uma mini saia, que com certeza deixará o seu look mais interessante.

É provável que você tenha um pai, namorado, primo ou amigo que adora boné e vai te emprestar um pra você fazer o teste e montar um look maravilhoso!! Pode ser também que eles te zoem porque você falava mal do boné, criticava quem usava a noite (quem nunca falou e pagou a língua? rsrs..), mas a gente engole o veneno choro e pega emprestado mesmo assim, afinal o importante é fazer um look bapho sem precisar comprar mais nada rsrs…

Fora que é esse tipo de acessórios mais ‘inusitado’ que traz uma outra cara para as roupas que já temos e atualiza em um piscar de olhos a produção.  Aff sou fã desse tipo de peça!!!

Gosto sempre de saber a opinião de vocês!! Me contem nos comentários o que acham dessa tendência 😉

Beijão 

Clarinha

Filmes Oscar 2017 – Parte 1

Uma das melhores coisas da vida (na minha opinião) é ver um bom filme. Com a cerimônia do Oscar se aproximando, me animei para assistir alguns indicados pela academia. Um filme que é fantástico para alguém pode ser horrível para outro, mas como eu sou daquelas que gosta de ouvir opiniões, resolvi compartilhar  a minha com vocês. 

A minha prioridade foi ver o tão comentado “La la land – Cantado estações”, que mesmo antes de ficar em cartaz eu já estava curiosa. O filme simplesmente está batendo recordes de indicações, concorrendo em 14 categorias, incluindo melhor filme, melhor ator (Ryan Gosling) , melhor atriz (Emma Stone) e melhor diretor (Damien Chazelle). Na história do Oscar só “Titanic” em 1997 e “A malvada” em 1950 concorreram nessa quantidade de categorias.

 Ele já me ganha por ser um musical e a vontade que me deu logo na primeira cena foi levantar e começar a dançar (tão bom seria se a vida fosse um musical). A história por si só já toca o coração por falar de sonhos e das dificuldades, obstáculos, crenças e descrenças que a caminhada para eles geram. O enredo se passa em  Los Angeles, palco perfeito para dois aspirantes a artistas, ela atriz e ele pianista de jazz. Mia se desdobra para tentar manter o emprego em uma cafeteria enquanto faz inúmeros testes. Apesar de talentosa, ela sempre acaba se dando mal. Sebastian é apaixonado por jazz e continua acreditando no poder dele mesmo com a falta de prestígio do ritmo. Rola um lindo romance entre os dois e uma relação linda de um estimular o outro quando vem a vontade de desistir.

Achei o filme bem bom, mas confesso que em um certo momento senti que faltou um pouco de ritmo, que é o que nos mantem presos naquele mundo. Justamente por começar de uma forma fantástica, quando geralmente os filmes começam meio mornos, naquela de situar o telespectador nos personagens, esperava um filme inteiro muito envolvente. Achei que em um certo momento faltava alguma coisa e essa foi a opinião também da minha irmã que viu comigo o filme. De forma geral gostei bastante!! O filme empolga, emociona e deixa o nosso lado sonhador mais vivo.

 

“Lion – Uma jornada para casa” é outro concorrente a melhor filme e foi uma belíssima surpresa pra mim! Tinha visto o trailer e confesso que não tinha me empolgado tanto. Só que me apaixonei pelo personagem principal na fase criança e me impressionei com a narrativa, ainda mais por saber que é uma história real e de muita superação.  Senti as dores do personagem principal Saroo que com apenas 5 anos se perdeu do irmão em uma estação de trem na cidade em que morava na Índia. Ele foi parar muito longe de casa, passou por inúmeras situações inimagináveis para uma criança até chegar em um orfanato que também não era um ambiente bacana. Após procuras sem sucesso  da assistente social (única realmente preocupada) pela família dele (por ser tão pequeno ele não sabia dizer o nome real da cidade dele, nem o nome da mãe), Saroo foi adotado por uma maravilhosa família australiana. Quando entra na faculdade, o passado volta à tona e com ele as angustias de não ter notícias dos seus familiares. Depois de muitas noites em claro, ele encontra no Google Earth o local onde morava e vai em busca desse reencontro. 

Me emocionei muito com a história, quase morro de amor pelo ator mirim que interpretou Saroo e gostei muito da atuação de Dev Patel, que faz Saroo adulto. Nicole Kidman também deu um show no papel da mãe australiana. Eles concorrem ao Oscar como melhor ator coadjuvante  e melhor atriz coadjuvante. Indico muito!!

  “Até o último homem” é também uma história real de um homem que escolhe servir ao exército na Segunda Guerra Mundial, mas se recusa a pegar em armas. Desmond T. Doss passa por poucas e boas para conseguir ir como médico para a Batalha de Okinawa e só conseguiu o respeito dos colegas de guerra, quando mostrou a sua força e coragem para salvar vidas, colocando a dele em risco e sem ter uma arma sequer para se defender. Ele conseguiu salvar mais de 75 homens e foi condecorado pelo Presidente dos EUA por esse feito.

O longa tem uma pitada de romance que traz uma graça para um filme que pra mim foi bem pesado pela quantidade de cenas de guerra. Fui nesse com minha mãe e irmã e ficamos aflitas em várias cenas de puro sangue, ainda mais por sabermos que aquilo foi algo real. A história merece realmente ser contada, o ator principal Andrew Garfield teve uma atuação de respeito real porque o personagem exigiu muito fisicamente. Tanto que ele foi indicado como melhor ator e o filme teve indicação também como melhor filme, Mel Gibson como melhor diretor e também concorrem como melhor edição.

E vocês, estão ligados nos filmes indicados ao Oscar também? Me contem se viram algum desses, o que acharam e se indicam algum massa pra mim 😉

Beijão

Clarinha

 

A explosão do Veludo

As semanas de moda internacionais mal começaram e a explosão do veludo já está mais do que confirmada. Na primeira semana de moda, que aconteceu em Nova York, o veludo despontou como a grande tendência do momento. Inúmeros estilistas utilizaram o material e para a nossa alegria, aqui no Brasil já estamos recheados de peças em veludo e para todos os bolsos. Todas as fast-fashions já se ligaram nessa onda!

Mais uma vez é hora de abrir a mente e tirar aquele preconceito que tínhamos há um tempo atrás achando esse material over e coisa do passado. Ele está mais presente do que nunca e é responsável por levantar o nível de uma produção. Qualquer blusinha básica, se for feita de veludo, se torna uma peça UAU!

Amo também quando ela vem no meio de uma produção que seria básica, como um short jeans e camiseta branca e aí a terceira peça vem com o veludo e torna a produção automaticamente super estilosa. É o caso desse terceiro look com a jaqueta bomber.

O veludo molhado invadiu o universo da alfaiataria e o blazer de veludo virou objeto de desejo de todas as fashionistas! Basta colocar ele que a produção bapho está garantida!!

Não são só as blusas e terceiras peças que ganharam vida com esse material especial. As calças, saias e vestidos também estão cheios de graça com o veludo!

Os acessórios aproveitaram para se renovar também com essa tendência. Sapatos, bolsas e chokers estão arrasando nessa nova versão! E lógico que  a moda praia também não ia ficar de fora.

Das passarelas direto para as ruas com mulheres incríveis usando o veludo, cada uma ao seu estilo:

E vocês, já pegaram amor pelo veludo? Eu super já me apaguei!!

Beijão

Clarinha

Make de carnaval

Carnaval vem aí e estou sentindo que nesse ano as pessoas vão estar mais envolvidas com a ideia de brincar com as cores, os brilhos e ir pra rua realmente com cara de folia. Lá no stories do instagram postei essa semana uns vídeos ensinando a fazer essa maquiagem de carnavalesca bem fácil de executar. Comprei essas pérolas, que já são adesivas, e os outros enfeites tipo paetês eu colei com cola de cílios, uma ótima opção para colocar essas coisas na pele sem agredir. Para quem quiser caprichar na purpurina, coloque antes gloss, pomadas como bepantol ou a própria cola de cílios. Gruda que é uma beleza rsrs.. Ah, para retirar durex é uma boa!

A ideia hoje é trazer inspirações pra vocês de maquiagem para o carnaval. Muitas vezes não queremos nos fantasiar de fato ou investir grana na produção. A maquiagem é a opção perfeita para deixar um ar carnavalesco, sem gastar muito. A maioria dos materiais podem ser usados várias vezes, ou seja, junta as amigas que fica mais baratinho ainda. Como falei lá no instagram, estou longe de ser a rainha da maquiagem e da habilidade manual (pelo contrário, inclusive rsrs..) Descobri que basta buscar inspirações para construir uma make de carnaval bacana. Não tem segredo!! Se inspirem e se animem pra fazer desse carnaval algo bem colorido e alegre!! Juro que vai valer a pena se dar isso de presente!

Além dos paetês e purpurinas, as sombras coloridas, tintas para o rosto, batons, pedrarias leves ficam incríveis para compor essa proposta de make. Se joga e arrasa que carnaval é só uma vez no ano!!  

Quero ver todo mundo arrasando nesse carnaval eim?!!

Beijão

Clarinha

Tattoos temporárias para o carnaval

Uma das boas invenções para esse carnaval, que tenho certeza que vai bombar são as tatuagens temporárias. Já postei algumas fotos no instagram do ensaio que fiz com as meninas da Xuquila Tatu (Vanessa e Joana) e vou compartilhar mais aqui com vocês.

Fiquei apaixonada por essas tatuagens que são temáticas pro carnaval e extremamente divertidas. Carnaval é alegria, cor, amigos e essas tattoos são perfeitas para deixar o visual mais lindo e divertido. A Xuquila tem duas cartelas, uma com frases como ‘Fora Temer’, ‘Me libera nega’, ‘Amo/sou carnaval’, ‘Carnaval, suor e cerveja’, além de desenhos lindos como unicórnios, bananas e abacaxis. A segunda é bem baiana e aí vem o ‘Santinha’, ‘Oxente’, I love tomar uma’, ‘We are carnaval’ e conchas, sereias, arco-íris… uma lindeza só!! As duas cartelas foram criadas pela talentosa designer Vanessa Kinoshita. Cada cartela custa R$30,00.

Elas são muito fáceis de aplicar! Basta recortar as que você for usar, retirar o plástico, colocar na região escolhida (que deve estar limpa e seca) passar água e em 30 segundos elas já estarão musas na sua pele 😉

Fotos sempre incríveis de Raoni Libório (@raoniliborio) / 1.2 Imagem (@umpontodoisimagem)

Os pedidos das tattoos podem ser feitos no e-mail xuquilatatu@gmail.com ou pelo WhatsApp 71 99998-7088. 

As fotos que nós três estamos de body (essa última, por exemplo) eles são da marca Brisass. Marca nova baiana de moda praia 😉

Beijão

Clarinha

Looks Jericoacoara

Quem me acompanha no insta (@mariaclaralauton segue lá!) viu que eu viajei para Jericoacoara. A viagem foi maravilhosa e pretendo compartilhar muita coisa dela por aqui, mas vamos em partes até para não enjoar né rsrs… 

Primeiro organizei os looks que usei por lá. Uma coisa ou outra ficou de fora porque nem tudo que usei fiz foto que valorizasse mesmo o look. Com tanta paisagem linda os looks em alguns momentos viraram nada rsrs..

Adoro uma transparência e dá pra fazer várias produções bem interessantes com ela na praia. Essa que usei é estilo uma bata de rendinha vazada nos ombros. Coloquei um maiô que amo por baixo e de acessórios usei esse colar de triângulo e essa pulseira (postei até no stories do insta) que várias pessoas perguntaram se a ‘pulseira Jade’ estava de volta rsrs… Eu comprei essa minha há 3 anos quando fui no Marrocos e sigo usando kkkk… Aí é gosto mesmo e eu adoro essas coisas com o pé no estilo boho. Peguei também a minha chocker de búzios e usei como tornozeleira.

Maiô: Salinas | Bata: Boah | Colar: C&A | Tornozeleira: Las Conchitas

As ciganinhas ganharam o meu coração pra vida pois valoriza essa região linda da mulher, que é o colo. Então, não pensei duas vezes antes de me jogar em um biquíni nesse modelo porque não ligo pra regras de marquinha de biquíni. Tento usar modelos diferentes inclusive pra não ficar com marcas.

Quis fazer uma produção mais arrumadinha e aí apostei na boa e velha saia longa com fenda. Gosto muito dessa cinza, que vocês já me viram usar por aqui até com tênis e jaqueta bomber. Usei um mix de pulseiras com acessórios que garimpei em hippies, vendedores de praia e no intercâmbio. 

Biquíni: Skinbiquini | Saia: Sumaya Aissami

Canga: Boah

Gosto muito de moda praia e estou amando essa fase dos maiôs. Antigamente essa era uma peça tão quadradinha, não tinha nada bonito, nem jovem e hoje em dia é cada maiô mais lindo que o outro. Usei esse de manga e fiquei in love com o conforto!! Nesse dia pulei, corri, fiquei subindo em uma madeira altinha que tinha na água pra ficar pulando (criança total kkk) e foi zero de preocupação se tinha algo fora do lugar. Ah, antes que alguém pergunte se senti calor por causa das mangas, não senti nadinha, ainda mais porque lá em Jeri venta bastante.

Maiô: Yas

A boa e velha camisa branca é coringa pra todos os ambientes, inclusive para praia. Com biquíni estampado então fica um contraste bem bacana e aí pode abusar dos acessórios. Coloquei esse colar maiorzinho azul e um mix de pulseiras.

Dupla boa para o verão é um body e um shortinho fresquinho. Dá pra passar o dia e até esticar pra noite tranquilamente, pelo menos no caso de Jeri.

Body e Short: Boah

E o tanto que o crochê combina com praia, verão, sol?!! Essa blusa toda coloridinha é puro amor pra mim, ainda mais porque herdei no guarda-roupa de uma tia muito querida (Obrigada tia Lia!!). Na foto estou com um biquíni branco com uns botões dourados, mas antes estava com um short jeans rasgadinho. De acessório só a choker de búzios dessa vez usada como choker mesmo rsrs..

Uma peça que está bombando é o camisão, tipo blusão mesmo. Tive uma crise de riso com a cara da minha mãe quando tirou ele da sacola, ela estava incrédula com a compra ‘errada’ porque parecia forma de roupa para pessoas muito obesas e eu visto P rsrs… No corpo assim nem parece tanto, mas esse camisão aberto na cama é realmente surreal de largo, só que no corpo o caimento é mara. Por causa do vento (ele levou o tecido todo para trás) não deu pra perceber direito na foto, mas qualquer dia uso ele e mostro o caimento real dele.

Camisão: Farm

Para fechar a nossa seleção de looks, trouxe o do aeroporto, que foi um vestidinho branco, um casaco bem confortável, tênis para seguir na linha conforto e uma mochila azul mais clarinha para brincar com o azul escuro do casaco.

Casaco: Adidas para Farm | Vestido: Zara | Mochila: Forever 21 | Tênis: Adidas

Qual o look preferido de vocês?

Beijão

Clarinha

« Older posts

© 2017 Maria Clara Lauton

Theme by Anders NorenUp ↑